terça-feira, 29 de novembro de 2011

O Sol está perto, então, te acalma, meu bem, que o amanhã já vem. Eu sei que os pés espremidos no salto apertado e maquiagem borrada te agoniam, e essas roupas apertas propositalmente para chamar à atenção - e como chama - para o teu busto lindo e caprichado. Se ele não te olhou, menina, é porque era um tolo; não desespera o coração não, aquela outra lá pode ser só amiga, às vezes acontece. Mas não se iludi. E não adianta de nada chorar depois de uma noite perdida. Eu sei que levou horas pra se arrumar, mas você está toda bagunçada... Por dentro e por fora. Então, minha colega, desce do salto, coloca teu melhor pijama de seda, lave esse rosto e essa alma. Arruma essa sua bagunça interior porque é hora de mostrar que há mais ai dentro. Essa noite vai te fazer mais você, mais mulher. E vê se aprende, porque semana que vem logo chega...